sábado, 29 de dezembro de 2012

FIM DE ANO


A cada ano, um ano a menos. 
Não é medo, nem agonia.
É simplesmente triste.
Uma pena.
A fé foi gerada para a conformação da fugacidade. 
Uma esperança sobrenatural é mais um meio de sobrevivência do que certeza.
Enquanto vivo não sei como comprovar a Existência, e,
bem antes dessa comprovação ou não comprovação.............
EU QUERO MAIS É SER FELIZ!!!!!  
Já estou no lucro só por estar aqui, vendo e assistindo um filme real a menos de 16 quadros de velocidade. 
Tudo é muito rápido.   
Não se aprende, nem se apreende a maior parte de tudo. Ou melhor, não se aprende nem apreende quase nada.
MAS, AINDA BEM QUE ESTOU NO BRASIL. 
Não sei bem a razão de ser feliz por ter nascido aqui, mas acredito que nós, brasileiros,(alguns, poucos, ou será apenas eu?) não levamos a vida tão a sério. De qualquer maneira se fosse possível, nasceria aqui novamente. 
Todo mundo que amo ou detesto esta aqui, tem alguns lá fora, mas eu quero os daqui. Os que amo e os que detesto. 
Logo mais, tenho festa. Vou ou não vou? 
Acordar, olhar, ver o show real enquanto a maioria assiste o outro show não é bem uma coisa ruim, mas é chato. 
Orwell é aqui e agora. Muito maior do que se vê.

Como diria Belchior "... tudo muda e com toda razão... mas trago, de cabeça uma canção do rádio 
em que um antigo compositor baiano 
me dizia 
tudo é divino 
tudo é maravilhoso"

É, estou sem criatividade, 
Estou apenas vendo o tempo parado enquanto a multidão corre apressada. 
Detalhe: Não uso drogas, nem bebo, nem fumo. Acho que sou esquisita mesmo.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

BALANCETE DO LEILÃO DE CORPO

BALANCETE

É cedo para um balanço geral do Leilão, mas antes que o assunto perca seus 15 minutos...

Milhares de pessoas leram, mas cerca de 1/4 do povo que leu, não entendeu absolutamente nada! kkkk

Mas, vamos lá:

Primeiro, vou falar do que é menos importante.

Categoria menor:
RESUMO

1/4 das pessoas das pessoas que leram, mas não entenderam.
Entre esses analfabetos funcionais, destacamos:

1 - MULHERES FRUSTADAS - Fazem parte do 1/4 do povo que leu, mas não entendeu e meteram o pau quase gozando de satisfação em xingar uma atriz atrevida e gostosa de 54 anos que ainda recebe cantada e é bem resolvida neste campo de delícias.
2 - HOMENS DE PAU PEQUENO - Fizeram chacotas para disfarçar a própria frustração concentrados que estão com esse pequeno detalhe.
3 - HOMEM DE PAU GRANDE - Não pensam com a devida cabeça e ficam se enganando crentes que mulher só gosta de tamanho.
4 - VEADOS NÃO ASSUMIDOS - Leram, mas fizeram questão de criticar para aliviar suas dores mentais em não assumir do que, de fato, gostam.
5 - MUITA GENTE - Só ouviram falar que uma atriz idosa quer vender o corpo. Estão até agora se questionando. Comentários mais inteligentes ouvidos dessa turba: Ué?!!!  "Hein!!!" e "Viche!!!"

O MAIS IMPORTANTE
3/4 das pessoas que leram, entenderam.
ENTRE ELAS, DESTACAMOS:

A - MULHERES BEM RESOLVIDAS E INTELIGENTES - Leram, entenderam e tiveram várias opiniões positivas e defendem a liberdade individual e sabem que mulher tem que trabalhar duas vezes mais que os homens só para provar que são competentes quando, geralmente, são muito mais competentes do que seus chefes. Amos vocês e respeito.

B - HOMENS DE PAU PEQUENO E INTELIGENTES - leram, entenderam e assumem: "pequetito pero cumpridor!!"  (UI!!!  tamanho não interessa, o segredo é saber fazer)
C - VEADOS ASSUMIDOS - Se leram entenderam porque bicha burra não assume que é gay e possivelmente, A MA RAM, principalmente se tem alguém incompetente no lugar onde elas deveriam estar.

D - MUITA GENTE INTELIGENTE- Ou leram e disseram - Cada um faz o que quer com o que lhe pertence. Ou nem leram porque tem mais o que fazer do que ficar lendo fofoca e não comentaram nada, porque quem comentou só pode ter lido, óbvio.

Quem falou mal, meu amigo ou amiga, você faz parte do 1/4 da população brasileira que le, mas não entende, segundo o site
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI393711-EI306,00-Apenas+em+brasileiros+compreende+o+que+le.html  

FINALIZANDO
GENTE, EU NÃO PEDI PARA NINGUÉM LER!!!
TEM TANTOS SITES E BLOGS DE CONTEÚDO NA NET.
QUALQUER UM PODE BAIXAR LIVROS DE MACHADO DE ASSIS DE GRAÇA!!!! (amo Machado)
RECLAMAM  RECLAMAM, MAS ADORAM LER UMA BOBAGEM!!!
Quem gostou obrigada.
Quem não gostou..... Me esqueça, porra!


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

nicole puzzi: VOU ME LEILOAR clic no blog para ler

nicole puzzi: VOU ME LEILOAR: É, estou querendo cometer alguma transgressão. Ja transgredi tanto. Uma transgressão a mais nessa altura de minha vida...  Por que, mesmo...

VOU ME LEILOAR

É, estou querendo cometer alguma transgressão.
Ja transgredi tanto.
Uma transgressão a mais nessa altura de minha vida... 
Por que, mesmo, quero transgredir?
Por que? Sei lá.
Porque estou com uma "coisa" atravessada na garganta. Estou engasgada, sufocada. 
Como disse Chico:
 Já lhe dei meu corpo
Minha alegria
Já estanquei meu sangue
Quando fervia
Olha a voz que me resta
Olha a veia que salta
Olha a gota que falta
Pro desfecho da festa
Por favor

Odeio quem me trata como se eu nunca tivesse existido.
Odeio aqueles que podem e deveriam me chamar para trabalhar e não chamam!
Sou um ótima atriz! NÃO FINJAM QUE NÃO SABEM!

NÃO TENHAM PENA DE MIM! Eu sou capaz de destilar muito veneno. 
Sou um vulcão que não esta extinto. E rio muito, pois tenho motivos de alegria na vida que levo. Não estou amarga. Resta calor humano, amor, tezão, paixão, dignidade e muita loucura dentro de mim. E, ainda sou muito desejada.

Não preciso de dinheiro de ninguém. TENHO MEU DINHEIRO!
Eu só queria voltar para os palcos, novelas e coisas às quais fazem parte de meu destino.
Sou atriz. Nasci atriz e vou morrer atriz.
Que o sindicato não guarde minha vaga no asilo dos artistas! 

Porra!!!!
Tenho 2 excelentes projetos teatrais com apoio cultural, o patrocinador gostou e muito, mas pediu que eu voltasse para a Globo e aí ele poderia liberar o dinheiro!!!
- Filho, se eu estivesse na Globo eu não precisaria estar aqui implorando patrocínio!!!! (respondi mentalmente)

E tem gente que sabe o que eu, no auge de minha fama, fiz em suas vidas e agora que eles estão no auge da fama deles, depois que eu dei um empurrãozinho no início, ficam cheio de dedos com a minha presençA!!
VÃO TOMAR NO CU! Pronto. Falei.

Se estou revoltada??? Muito revoltada é pouco para descrever a raiva de estar afastada de meu destino!
Nunca fui nem melhor nem pior do que qualquer pessoa, nem menos nem mais complicada do que qualquer um. Nunca fiquei nem mais nem menos pelada do que ninguém.
Sou apenas uma atriz querendo mostrar minha emoção! 

Não falem que faço falta nas telas! AS TELAS FAZEM FALTA EM MINHA VIDA!

O QUE ESTÃO ESPERANDO?
Que eu envelheça, fique doente e implore um trocadinho, pelo amor de Deus?!!
Vão à porra! Pronto, falei de novo.
MAS, isso não vai acontecer. Pode ter certeza.
Abro a boca agora que estou em plena forma física e mental!
Depois, nem pensar
porque se eu cair, caio em pé!

Ja me disseram (não vou citar seu nome D. F.) que eu tenho a imagem da pornochanchada, que muitas atrizes fizeram pornochanchada e hoje são modelos de elegância, glamour, seriedade etc. Pois é. 
E VOCÊ ACHA D. F. QUE EU DECIDI FERRAR MINHA CARREIRA POR GOSTO???
O que aconteceu? Eu não soube superar a pornochanchada? Ou ninguém esta disposto a chacoalhar o preconceito? 
De qualquer maneira, sob qualquer ponto de vista, o fato é:
POSSO TRABALHAR. 
Estou linda, loira, talentosa e muito disposta a voltar para as telas e palcos.

 Tenho 2 projetos aprovados em Lei Cultural. Excelentes projetos.
Se não encontrar algum patrocinador que banque uma atriz que não está na mídia, acho que vou transgredir:

Comecei a carreira usando meu corpo. 
Que tal fazer um leilão do mesmo, não tão perfeitinho como antes, mas ainda bacaninha e bem mais experiente, até conseguir a grana para colocar minha peça em cartaz???

Isso anda na moda agora, não é mesmo? Leiloar o que nos pertence. 

QUEM SABE PODEMOS FAZER UMA RIFA? 
ENVIE SUGESTÕES.
MAS, O LEILÃO É APENAS PARA MACHOS ACIMA DE 40.

Quaquaraquaquá, quem riu?
Quaquaraquaquá, fui eu.
vou deitar e rolar. 




quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

PEDIDO DE DESCULPAS




Todo mundo tem desculpas a pedir.
Pisar no pé alheio?... Desculpe.
Esbarrar em alguém?.... Desculpe
Entrar na frente de uma pessoa sem perceber?... Desculpe.
Trocar o nome da pessoa, do país, da cidade?... Desculpe.
Atrasar para um compromisso?... Desculpe.
Não saber o que dizer?... Desculpe
Enfim, dá pra enfileirar uma montanha de situações em que é obrigatório ou educado pedir desculpas.
Faça sua lista.

Sempre achei digno pedir desculpas.... Até agora.

Pessoas inteligentes, supostos intelectuais e até mesmo políticos acham que ninguém conhece Maquiavel e se esbaldam com a deformação atual dessa palavra gentil e necessária para uma boa convivência.  
Ofende – se publicamente uma pessoa, uma nação, uma raça, uma etnia, maltratam animais, crianças, idosos e .... DESCULPE!!!!!????  E basta??? E se você não desculpar, você que é o mau caráter???

Banalizam a origem moral da palavra desculpa.
Zombam dessa palavra.
Esta ficando óbvio que tem muita gente de má fé que raciocina muito bem o que vai dizer antes já pensando, ironicamente, em pedir desculpas depois.
Então somos obrigados a ouvir estas frases muito usadas atualmente:
“ Eu já pedi desculpas por isso! Que mais vocês querem?”
Eu respondo:
- Quero que pense antes de emitir sua maldadezinha com o intuito de zombar pedindo desculpas depois.

Não estou mais disposta a acreditar em desculpas. Uma pena, por que sempre achei educado demais assumir um pedido desse.
Mas... O SENTIDO DESFIGUROU – SE nesses últimos tempos. Muitos parecem sofrer de astigmatismo mental.
Desculpa parece significar
– Aí, trouxa, te xinguei em rede nacional, pedi desculpas e se você não desculpar, vai ficar mal pra você mesmo. Ahahahaha ou kkkkkkk.
Desculpem, mas estou pensando muito antes de desculpar alguém que fez de conta que não sabia o que estava falando.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

nicole puzzi: FOBIA DE STAND UP

nicole puzzi: FOBIA DE STAND UP: Eu sempre fui fã do José Vasconcelos, um pioneiro em stand up no Brasil, bem como amava chico Anísio no teatro e muitos outros que ja partir...

FOBIA DE STAND UP

Eu sempre fui fã do José Vasconcelos, um pioneiro em stand up no Brasil, bem como amava chico Anísio no teatro e muitos outros que ja partiram dessa vida como Renato Corte Real, Costinha, Golias entre tantos comediantes, stand ou não, mas que me divertiam muito. Trazia sorriso em nossos rostos.
Mas, não quero ficar apenas no saudosismo; por várias vezes saí do show do Jo Soares com dores no maxilar e a alma lavada em gargalhadas e apesar de não me identificar com Tom Cavalcanti, é óbvio que ele é um artista talentosíssimo, não há o que discutir. Já fui ver seu show e me diverti muito.
No entanto....
Ultimamente, tenho tido medo de stand ups, ou standupeiros como muita gente esta chamando, de forma irônica, esses jovens.
Não quero desmerecer nenhum deles, afinal, respeito quem faz sucesso e tem legião de fãs. Não posso desdenhar seus fãs. Respeito a todos em sua opção de vida e carreira. Muitos enfrentam uma luta árdua para conseguir uma vaga na TV ou no teatro. SÃO LUTADORES e eu entendo as dificuldades de um artista.
Mas, tenho medo, muito medo mesmo de encontrar com alguns desses moços do stand up. Eu não entendo esse tipo de humor agressivo. Minha sensibilidade é outra. Aprendi desde cedo a não zoar com pessoas que são diferentes de mim. Fico sem jeito em humilhar quem quer que seja e a maioria dos meus amigos são assim como eu. Não somos bonzinhos nem santos aliás, em mim cabe certinho aquela frase "NUNCA FUI SANTA" porém, apesar disso, eu e meus amigos respeitamos a vida privada dos outros, a liberdade de escolha, essas coisas mais antigas, afinal tenho 54 anos. 
Confesso que não sei lidar com piadas degradantes, comentários estúpidos em post, twiters etc. que extrapolam, ofendem... De fato, não sei mesmo.
QUERO COMPREENDER  qual a satisfação em "enfiar a faca cômica" até o fundo.
Enquanto não compreendo, vou vivendo desse jeito - como dizíamos antigamente - quadrado e, respeitando o gosto de todos e a arte de todos,  mas respeitem também a minha opinião e o meu medo - morro de medo de stand up, pior, tenho fobia. Standupfobia.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

EU E HEBE CAMARGO


Hebe foi um marco em minha vida. Foi o primeiro programa de entrevista do qual participei.
Ficamos amigas, mas a minha timidez calava minha boca, não conseguia nem olhar para seu rosto sem tremer, mesmo assim, sentia que ela gostava de mim. E eu? Eu, bem, quem não amava a Hebe? Eu adorava a Hebe.
Participei de muitos programas depois daquele distante dia de 1980.

Alguns anos depois fui grávida ao programa. Meu último dia de gravidez. Saí de lá com a bolsa estourada e segui direto para o hospital onde tive o bebê. Voltei no domingo seguinte com minha filha no colo. Foi emocionante.

Hebe marcou muitos momentos maravilhosos em minha vida.
Quando fui para a Itália, ela me ligou e falou tanta coisa linda para mim. Combinamos de nos encontrar assim que eu voltasse.
Voltei um ano e meio depois, liguei para ela, embora soubesse que seu celular já deveria ter mudado, como de fato, mudara.
Procurei antigos amigos em comum, mas eu estava fora da mídia e nem preciso nem quero recordar isso. Enfim, não consegui mais fazer contato com ela, exclusivamente pela má vontade de algumas pessoas. Prefiro                                esquecer.
Infelizmente, Hebe nunca soube que eu havia procurado por ela intensamente. Inclusive tentei visita - la quando de sua primeira internação. Não consegui.

Sinto muito em não ter tido oportunidade de abraça – la novamente. A gente se gostava, eu gostava dela e tive e tenho muitas razões para ter certeza que ela gostava de mim, mas... Eu                                                             deixei que algumas pessoas                                                                        formassem uma barreira entre ela               e eu.

Jamais, eu juro, jamais irei deixar pessoas impedirem a minha expressão de amor por quem quer que seja que eu ame. 

Hoje, estou aqui chorando a falta que ela faz.  

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

SAUDADES DE BEM ANTES DO MEU PASSADO

Sinto uma saudade inexplicável de alguma coisa que não consigo recordar.
Será isso a tal melancolia?

Mas, não estou triste, apenas sinto saudades.

Talvez, possa ser saudades de mim mesma quando criança. 
Saudades de bem antes do meu passado.
Quando criança eu não tinha passado, o futuro não me preocupava e o presente era todo meu tesouro.
Levantava cedo, olhava o sol, a mata paranaense do nosso sítio e corria para o jardim cercado de folhagens e recheado de rosas brancas, vermelhas, amarelas, rosas rosas, rosas grandes, rosas miudinhas, bem  - me - quer, beijo - branco,  crista - de - galo, as nervuras do angico branco, lírios amarelos de montão, o estranho lírio - tocha, o rabo - de - gato.... Deus do céu, uma imensidade de flores e folhagens e tinha a rosa louca, uma planta maluca de vários tons de rosa........

Se a saudade tivesse outro nome deveria chamar - se Jardim da Infância. Não o Jardim tipo escola, mas o jardim jardim mesmo, com flores, folhas, bem-te-vis, colibri e chuva. Chuva fininha ou de pingos grosso e o cheiro de mata molhada. O cachorro fedido e molhado também faz parte com seu sorriso escancarado enquanto corre de forma safada na chuva. O vento no cabelo, a água fria e refrescante murmurando na biquinha.  Os pés descalços, fincados na terra vermelha e o velho monjolo que só serve para fazer barulho, ninguém mais usa. O paiol, o cheiro do paiol. O "Loro" que grita tolamente, a algazarra das maritacas e o Urubu lá longe rondando alguma carniça. "Urubu é bicho "bão", limpa a terra das imundices"....

Isso tudo antes do café com cheiro de café com o leite da "Princesa" ou da maluca da "Bitinha". 
O relincho da "Ruzia" solta na porta da frente. "Tem que cuidar pra ela não ir até o Pomar." O Pomar de laranjas, mexericas  ponkans e tangerinas que, afinal parecia ser a mesma coisa: uma delícia. O melão, melancia, abacate, jabuticaba, amora, goiaba, pitanga e as trombetas-de-anjo, que era uma flor, mas teimava em ficar no pomar.....
Era hora de ir catar verdura para o almoço: Mostarda, taioba, serralha, almeirão... Chega, ninguém vai comer tudo isso! Vai sim. Depois do almoço nem sobra nada, tem que catar, de novo, para o jantar....

O sol da tarde, a preguiça gostosa estirada num saco de estopa no terreirão de café "Sai daí, menina, vai pegar insolação",  o pão assado quentinho do forno redondo que fica no quintal....
E, aí vinham as estrelas. Nossa, quantas!!!!!
A cortina dos meus olhos baixavam e eu só desejava acordar para ver a estrela matinal e começar tudo de novo. 

E, hoje, eu estou aqui.... Nem alegre, nem feliz.

E DEU VONTADE DE PARODIAR VINÍCIUS DE MORAES:
"  AÍ, PERGUNTO A DEUS: 
ESCUTA, AMIGO, SE FOI PRA DESFAZER, POR QUE É QUE FEZ?"

  

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Enquanto a beleza se vai....

                    
     Enquanto a beleza se vai....     
 1990


“Eu vi muitos cabelos brancos na fronte do artista”
Caetano Veloso

A minha beleza física nos tempos de criança, jovem e até na idade madura foi uma benção conjunta de Vênus e Afrodite.
Não, não me julgue metida, arrogante e nem vaidosa, precipitadamente.
Eu tenho fotos que mostram isso.
Se não fossem minhas as fotos eu diria que, de fato, a moça que vejo em fotografias foi uma mulher muito linda.
Mas... (Esse mas... é um desassossego na vida de todos os seres humanos.)
Mas, continuando: vejo a vida, o tempo, a marcha inexorável dos dias levando toda essa beleza em seus passos lentos, porém firmes e determinados em direção ao Único Destino verdadeiramente democrático na vida de toda a gente, rico ou pobre, branco ou negro, dessa ou daquela raça, bonita ou feia.
Aceito essa “democracia” fatal sem medo, de forma tranquila, pois encaro como natural (de natureza mesmo) e tenho uma certa ansiedade pelo o que pode vir depois. Eu acho que o depois ou é muito legal (no sentido de justo e bacana) ou não é nada (em todos os sentidos) e, assim, mantenho a chama curiosa e divertida de querer saber no que vai dar essa loucura ou palhaçada (em todos sentidos também) que é a Vida.
Eu amo a vida. Amo estar viva, amo a natureza toda. Amo até os que não merecem, mas, esses eu amo à distância, pois rancorosos de alma e psicopatas, embora façam parte da humanidade, deveriam ser mantidos isolados de gente que só quer ser feliz.  Mas, essa é uma outra questão.
Estava falando da beleza que vejo escorrendo em minha face nos espelhos de meus 54 anos. Nasci em 17 de maio de 1958, uma data feliz, segundo meus progenitores, apesar da minha mãe ter sido internada devido às complicações durante minha gestação; apesar disso, ela me amou muito, me levou com ela para o hospital e lá ficamos somente nós duas abraçadas durante mais de um mês. Acredito que esse tempo desfrutado ao lado daquela belíssima mulher foi importante para me acalmar da euforia em que eu devia estar envolvida devido ao meu nascimento nesse planeta.
No entanto, agora, voltando ao espelho, vejo minha beleza murchando, se apagando, mesmo com algumas vantagens em relação a muitas outras mulheres. Ainda sou “pancosa” como meu pai costumava falar de mulheres em plena perda digna da juventude.
Dar pancas
1 Bras. Pop. Destacar-se em algo.
2 Ser motivo de admiração (ger. devido à beleza, elegância etc.).
 
http://aulete.uol.com.br/
Mas...
Incrivelmente, estou feliz com isso! Pode? Pode sim.  Gosto de novidades da vida. Eu me surpreendo alegremente com cada ruga, cada pelanquinha, cada marca, dorzinha não sinto, disposição? É a mesma preguiça gostosa de sempre ao ladinho de uma vontade de viver sorrindo.
Muita gente acha que eu sou brava, não sou. Exceção: Não maltrate animais, nem idosos, crianças ou pessoas de posição social desfavorecida. Aí viro fera. De resto, sou a mais pateta das pessoas, desligada, pagadora de mico, faladeira, meio tola, enfim, bem mais normal do que se possa pensar.
Um dia na Itália, em Ferrentino onde morei, o dono de uma padaria ma-ra-vi-lho-sa, perguntou-me porque eu ria a toa e toda hora. Eu respondi: Eu gosto, minha mãe era assim, sou brasileira, amo a vida, to com um cazzo de depressão, quero voltar ontem pro meu país e seu pão é divino!
O mal-humorado italiano passou a me cumprimentar sorrindo.
...Vejo que estou enrolando muito para falar que envelheço sim, como acontece com todos os humanos que não morrem jovens, mas algo está ocorrendo dentro de mim. Sei lá, eu sinto que estou mais bonita hoje do que antes. Sinto que a beleza de minha mãe quando velhinha era muito maior que a beleza mediterrânea de uma mulher de longos cabelos lisos, lindos lábios, voz rouca e cobiçadíssima, segundo meu pai. Ela o escolheu devido aos olhos verdes, cabelos loiros,  coragem e bondade. Ele a quis por sua alegria contagiante. Bom, isso foi o que meus pais me contaram.
Então, eu sinto como se estivesse embelezando nos últimos anos, apesar da tintura dos fios brancos e da chamada de Newton (lei da gravidade. Tudo cai), mas estou mais bonita hoje do que antes. E, agora, essa beleza não é facilmente vista, não é desejada, nem invejada por homens ou mulheres. É uma beleza tão minha, tão existida e contudo poucos a vêem. Mas, os poucos que enxergam essa beleza em mim são os que mais amo e que mais me amam. Essa beleza atual não é mais volátil, foi conquistada e é para sempre.  
Eu estou ficando velha, mas a cada dia mais bonita.
 2012

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Breve Reflexão Sobre Defensores De Animais

Talvez pela tarde que se aproxima eu tenha ficado mais propensa a reflexão.
O que passa com os defensores de animais?
Muitos correm para salva - los, mas na outra ponta, tem gente tratando - os como apenas um pedaço de carne que deve ser comido bem temperado. 
Não entendo os pretensos defensores, alguns bem radicais, mas que comem carne. 
A hipocrisia é tanta que da vontade de chorar quando alguém me diz com ar aparentemente inocente:
- Só como carne branca. 
Dá vontade de responder:
- Vou mandar construir um altar em sua homenagem pelo tremendo sacrifício.
Será que estou pegando pesado?
Claro que estou.
Mas... Eu não como carne de espécie alguma e tenho direito constitucional em manifestar minha opinião.
Você também tem seu direito de opinião preservado pela Lei e pela minha educação. 
No entanto...
Não pose de defensor indignado nem chore por um cão maltratado e coma carne de outro animal que também merece viver!
Se você quiser ser um defensor dos animais de verdade e não apenas mais um que fala, tente defender todos os animais começando a defende - los de você mesmo, não os comendo.
Minha indignação é contra quem bate no peito que ama os animais, mas os come. 
DEFENDA OS ANIMAIS! NÃO OS COMA!


Àqueles que comem carne: que vivam sobre suas consciências, mas, peço:  Não maltrate quem te alimenta.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

saudades

O tempo para.
Os dias não andam.
Os olhos se esticam seguindo a linha do horizonte.
O peito dói morno, lânguido.
Os pensamentos insistem, pintam imagens de sorriso infantis, gargalhadas de adolescente e o primeiro choro de amor.
Ai, a China é tão longe.
Skipe não alivia nada.
Mãe é tudo igual e o choro vem, mas não sai:
É melhor pra ela, é a decisão dela.
Está tudo bem.

domingo, 5 de agosto de 2012

ESTRESSE, PÁRA TUDO??

Já tive, há algum tempo atrás, estresse por falta de férias. Parei tudo. Fui morar na Itália.
E, agora, que eu faço?
To estressada com o mundo. O que eu faço, vou morar em Marte? E, depois parto para outras galáxias.
Se fosse assim tão fácil.

Mas, veja bem, se não é pra ficar estressada?

É gente maltratando gente.
É gente maltratando animal.
É playboy assaltando.
É uma mulher que mal conheço gritando todos os dias com o filho de 4 anos. (ANTES QUE ALGUÉM FALE, EU ANTECIPO, JÁ FIZ ALGUMA COISA. NÃO CONSIGO VER MAUS TRATOS COM CRIANÇA. posso perder amizade, mas não maltrate criança perto de mim).
É a Olimpíada constando que o Brasil não é grande coisa nos esportes.
É o José Dirceu!!!!
É o Cachoeira que não se declarou rei absoluto do Brasil.
É ver as denúncias de gente nos chãos dos hospitais.
É motorista bêbado irresponsável achando que tudo bem matar porque só dá homicídio culposo e ninguém cumpre pena por isso.
É ver o Marcio Thomaz Bastos (o melhor advogado do Brasil político) defender o dono do Banco Rural, depois que achei que o honorável ex ministro tinha desistido do Cachoeira por uma crise de consciência.
É ver a Fazenda.
É ver a a "nossa princesa" Graciane e o Belo como referência tupiniquim da Kate e do Harry.
É estar longe de minha filha.
É ter uma peça MARAVILHOSA no PROAC, mas nem assim conseguir patrocínio.
É saber que uma boa parte dos empresários nem sabem o que é PROAC.
É a minha cachorrinha Pitchula com nódulos internos, mas com problemas graves no coração que impedem a retirada dos tumores.
É só poder escrever e mais nada.
PARA O MUNDO QUE QUERO DESCER.
NÃO!
QUERO QUE ISSO TUDO QUE É DESFIGURAÇÃO DO BEM DESÇA!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

GENOCÍDIO DE BRASILEIROS



  • DESRESPEITO À CONSTITUIÇÃO;
  • ABANDONO DA SAÚDE;
  • CÓDIGO PENAL E PROCESSUAL PENAL ULTRAPASSADOS;
  • FALTA DE APOIO À FAMÍLIA DE VÍTIMAS DE ASSASSINATO;
  • PROGRESSÃO DE PENA PARA PEDÓFILOS; 
  • FALTA DE EXAME PSIQUIÁTRICO NA SOLTURA DE MANÍACOS;
  • SEM LEIS EXEMPLARES PARA MOTORISTAS BÊBADOS;
  • SEM LEIS EXEMPLARES PARA ASSASSINOS DE MULHERES;
  • SEM RECUPERAÇÃO DE MENORES;
  • CADEIAS QUE NÃO RECUPERAM NINGUÉM;
  • CORRUPÇÃO;CORRUPÇÃO; CORRUPÇÃO; 
  • DISCORDA?????

segunda-feira, 23 de julho de 2012

A PAULISTA DO PARANÁ.

Ela era do Paraná, mas seu coração virou paulista, nem percebeu. São Paulo foi entrando devagar e foi concretizando o amor.
O humor era feito o clima de Sampa, de manhã ela chovia, a tarde esquentava e a noite nunca se sabia se vinha tempestade ou suavidade. Também podia ser ao contrário.
Apesar de altos e baixos, ela, em geral, mantinha suas atitudes num plano mais alto, feito a avenida Paulista. Mas, eram só as atitudes externas, por dentro era uma efervescência, onde se misturava um desejo de vida e morte. 
Do Paraná, restou a saudade da simplicidade dos pais, e, essa tal simplicidade insistia em permanecer em seu olhar. Qualquer um mais avisado poderia perceber a delicadeza e candura nas raízes mais profundas, feito as florzinhas de Onze Horas que grassava no jardim de sua infância. 
Ela era considerada bipolar, outros a tachavam de franca e verdadeira, muitos se aproximavam em busca de uma opinião sincera enquanto outros não suportavam serem vistos do alto de seu planalto, em meio às intempéries, carregando no olhar as florezinhas simples das Onze Horas. 

Se ela era feliz?
Às vezes sim, às vezes não, exatamente igual aos outros seres humanos. 
Mas, São Paulo era muito grande, muito.



domingo, 22 de julho de 2012

A doença

- Estamos em meio a uma epidemia! Eles não querem divulgar, mas é necessário falar, alertar. Uma epidemia devastadora, pior que câncer. Pior que Aids.

Após falar isso, me calei. 
Todos na mesa olhavam pra mim como se eu fosse louca ou  uma pobre coitada. 
Era um restaurante fino, desses reservados aos ricos muito ricos. 
Eu era a dissonância.
MAS, sou tinhosa. Insisti.
- Vocês não acham? Não podem fazer alguma coisa?
Compassiva, dirigiu - se a mim, uma moça muito fina. (Tudo é fino nesses lugares: as mulheres são finas, os homens são finos, garçons finos e, eu, fazendo a grossa. Dissonância total)

- Não devíamos falar sobre isso num jantar.
Mas, a finesse da moça fina me estimulou a criar caso.

- Eu acho que é aqui mesmo, nesse jantar incrível, com tantos animais mortos à mesa, com tantos vivos comendo os mortos, que me trouxe à memória essa doença. Essa epidemia.

- Por favor, cale - se. - Falou um senhor de roupas finas do Ermenegildo Zegna. Vá lá, ele não foi fino.
- Onde o senhor trabalha mesmo? Falei, com tola arrogância e nenhuma sensatez, pois, quem não sabia onde o elegante senhor, de roupas finas do Zegna, trabalhava? Todo munda sabia.
Ele se mostrou educado dessa vez e levantou - se.
- Vou cumprimentar o ministro que acabou de chegar. Com licença.
Na mesa, mal estar. Silêncio. Minha presença era insuportável naquele ambiente. 

Impávida, ( não consigo encontrar outra palavra que melhor se encaixe na minha atitude insaníssima), peguei meu prato e o prato da pessoa ao lado e saí.
- O senhor de terno Zegna vai pagar pelos pratos. Ele esta com o nosso dinheiro, mesmo.
O garçom fino olhou para o senhor fino, viu que era muito influente, ficou indeciso, mas com um fino aceno de cabeça o senhor fino me liberou para sair com os pratos, que eram muito finos.
A friagem da noite me chamou de burra!
Eu me chamei de burra, o mundo me chamava de burra.

No caminho de casa depositei os dois finos pratos na rua para um cão magricelo e amedrontado, que, sem confiar naqueles que o puseram lá a chutes e pontapés, aproximou - se somente depois que eu me afastei.
O cachorro comeu tudo. Olhou em meus olhos, barriga cheia, perdoando em mim todos as agressões sofridas e agradecido, me pediu.

- Me leva com você.

Abanou o rabo sem jeito e, tolamente confiante aceitou vir ao meu colo.

Em meu apartamento, de madrugada, dei um banho morno no cão. Não gostou muito não, mas aceitou passivamente, embora tenha rosnado para não perder a dignidade. 

Com o cachorro dormindo aquecido, cheiroso e o banheiro imundo, olhei pela janela e vi a vida.
A cidade tão linda. A vida tão linda estava se extinguindo devido a uma epidemia que teimamos em não combater, em não fazer nada. 
Quando apostamos em alguém que imaginamos poder curar essa doença maldita, vemos estarrecidamente que esse alguém foi contaminado e abriu uma conta em Liechtenstein. 








quarta-feira, 18 de julho de 2012

MEXE PRA VER


DESAMOR

Ás vezes dá uma vontade de não ser amada!!!
Só pra dizer: tá vendo, eu falei que ninguém me amava!


E, que vontade de gritar: EU NÃO AMO NINGUÉM!
Só pra dizer: tá vendo como posso ser má!


MAS, não consigo dizer. 
Consigo pensar, isso sim. 
Principalmente quando você se afasta de mim. Quando escorre entre meus dedos e o pó de ouro mistura com a lama. 


Não sou romântica! Nunca fui. Isso é o máximo que tenho de romantismo. 
Parta o meu coração que eu estilhaço o seu.
Em amor sou vingativa, uma fera, uma maldade pura. 
Não perdoo se se vai sem meu consentimento. Sou ruim.
Me ame ou saia de minha vida; se me machucar muito eu arranho a pele de sua alma.
Você não vai sair incólume do seu desamor. 

Você só sai se eu não te amar, ai você pode ir, mas se me ferir eu não te deixo partir sem sangue. 

terça-feira, 10 de julho de 2012

MORTE

Mais um dia, um mês, muitos anos.


Chove, faz sol, tempestade, neblina, céu azul.... MORTE
Acidentes, assassinatos, roubos, brigas.............MORTE
Nascimento, alegria, formatura, graduação.......MORTE
Curiosidade, crescimento, namoros, sexo.........MORTE
Billie Holliday, Marylin Monroe, Carmem Miranda, Elvis, John Lennon. George Harrison, Michael Jackson, Chico Anísio e os montes de fãs antigos ou atuais...... MORTE
Paul McCartney, Ringo Star, Silvio Santos, Caetano, Justin Bieber, Maria Gadu, Josés ou Marias..... MORTE 
Não é filosofice nem filosofia.
É a real da realidade.....MORTE
No final só sobra isso.
Resta a memória do ... MORTO

http://www.youtube.com/watch?v=maDnJcVbAoQ

segunda-feira, 2 de julho de 2012

PIRATEAR IDEIAS

SE EU FOSSE UM ARNALDO JABOR, ATÉ ENTENDERIA QUE PIRATEASSEM MINHAS POSTAGENS.
MAS, não sou mesmo. 
Nossas inteligências, minha e do Jabor, andaram por caminhos opostos. 
Tá certo. Todo mundo sabe por quais caminhos o intelecto do Jabor andou e qual caminho minha pobre e esforçada mente, não tão brilhante, tem andado. 
Sou realista e já me critico antes pra não dar brechas para aqueles mais inteligentes que eu,(afirmo que são muitos) possam desdenhar o que escrevo.
MAS, publiquei, recentemente, uma ideia que tenho ha tempos sobre o MOVIMENTO DO NADA (dá uma olhada lá, se quiser aperte o link, se não quiser, problema seu. Não aperte nada.)
PASMEM:
Já vi no Twitter alguém mudando algumas poucas palavras e repetindo como se fosse de sua própria autoria aquilo que minha cansada mente demorou para colocar no papel, ou melhor, no Blog. 
Puxa vida! Para que me roubar sem me falar, sem nem deixar um recadinho simples, como por exemplo: Bacana Nicole!? 
Mas,a pessoa reproduziu o que escrevi! 
COMO SE FOSSE IDEIA PRÓPRIA!
mas, QUER SABER?
To nem aí!
Uns nascem para seguir e outros para serem seguidos. 
Eu sigo o Arnaldo Jabor 
Esse pirata segue a mim, uma simples Nicole Puzzi. Tolinho.
AHAHAHA HA HA HA.. cóf cóf (onomatopeia de tosse) ah ah ah, AH! VAI BUSCAR SEU CAMINHO!

sábado, 23 de junho de 2012

DUAS RAPIDINHAS.

DUAS RAPIDINHAS.

PRIMEIRA RAPIDINHA

ELE OLHOU ELA. 
ELA OLHOU ELE.
ELE DISSE - HUUMMMMM.
ELA - HUM HUM HUM.
ESTAVA TUDO ACONTECENDO NAQUELA NOITE. TUDO DE BOM
ELE 27, ELA 25.
VAI ROLAR, AMBOS PENSARAM.
ELA PENSOU E FALOU PRA AMIGA - ELE VAI CHEGAR.
ELE TINHA CERTEZA - ELA VAI CHEGAR.
E FICARAM ASSIM, UM ESPERANDO O OUTRO, O OUTRO ESPERANDO O UM.
A NOITE ACABOU E OS DOIS FORAM EMBORA SOZINHOS, CADA UM PRO SEU LADO.
ELE CATOU UMA BARANGA QUALQUER PRA DESCARREGAR A TEZÃO OU SÓ PRA COMER ALGUMA, MAS PENSOU NA GAROTA O TEMPO TODO E ALGO DOÍA LÁ DENTRO. 
ELE GOZOU NA BARANGA E O GOZO FOI RUIM. 
ELE PENSOU - PELO MENOS NÃO VAI  ME DOER O SACO E ESQUECEU O ROSTO DA BARANGA, MAS LEMBROU O ROSTO DA GAROTA O RESTO DE SUA VIDA.
ELA FICOU COM UM BONITINHO, MAS QUE GOSTO RUIM NA HORA DO BEIJO.
ELA PENSOU - ESSE FILHO DA PUTA NEM ESCOVOU OS DENTES DIREITO. 
VOLTOU PRA CASA, COLOCOU A CAMISOLA DAS PRINCESAS DA DYSNEY QUE FICAVA MEIO CURTA E ADORMECEU ARREPENDIDA POR NÃO TER CHEGADO NELE E NO SONHO, SONHOU COM ELE. 
NO DIA SEGUINTE ELE FOI PRO TRABALHO E ELA TAMBÉM. 
OS DOIS TRABALHAVAM EM PRÉDIOS DIFERENTES, MAS NO MESMO QUARTEIRÃO DA AVENIDA PAULISTA.
NUNCA MAIS SE VIRAM.
E DEUS DISSE - PENA, ELES TINHAM SIDO FEITOS UM PRO OUTRO.
AH, DEUS, SÓ AGORA O SENHOR AVISA! CACETE!


Segunda Rapidinha

Naquela mesma noite, naquele mesmo lugar, a Baranga tinha ficado com o menino que não escovava dente e pegou o número do seu celular.
Mas, ganhou a noite porque acabou dando pro cara bonitão que deu o número errado de seu celular, mas ela só descobriu quando entrou bêbada no carro e tentou ligar pra ele, uma mulher atendeu e mandou ela à merda.
A Baranga quase bateu o carro naquela noite. Foi pega pela polícia, foi pra delegacia, foi multada e foi liberada.
Chegou em seu "muquifo" e desmaiou porque estava bêbada e puta da vida.
No dia seguinte tentou novamente falar com o bonitão que tinha comido ela na noite anterior. Foi mandada à merda de novo.
MERDA! - A baranga xingou.
Tentou outras vezes falar com o bonitão e foi mandada à merda tantas vezes que quase foi mesmo. 
Quando, depois de uma semana, foi lavar a calça vomitada que usara naquela noite que deu pro bonitão, encontrou o fone do bonitinho que não escovava os dentes.
Pensou - Ainda não dei pra mais ninguem desde aquele dia.
Ligou, ele atendeu, eles saíram, treparam, 6 meses depois eles casaram, 5 anos depois ela deixou dele porque não aguentava seu hálito de dente podre, ele fiocu com raiva e matou ela e foi preso preventivamente, deu no Datena que falou mal dele e depois ele foi solto e comprou dentadura.
QUE MERDA! 

É, é só isso. ACABOU.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

BRASIL - MUITO MOVIMENTO POR NADA

Dolorido constatar, mas é a mais pura verdade.
O brasileiro movimenta - se demais para não dar em nada.


MOVIMENTOS PLEONÁSTICOS 
EXEMPLOS:

Aquele amigo que chega ao trabalho afobado, querendo resultados e anda de lá pra cá e no final do dia não teve resultado efetivo nenhum, mas fez tanto movimento que até parece que trabalha.


CPIs no congresso nacional.  Tanto movimento por nada. Mas, os políticos aparecem, falam e a boiada ainda vota neles.


Impeachment do Collor - Tanto movimento com os caras pintadas e nada. Ele tá lá empoleirado.


Doença do Sarney - Sem comentários.


"500" anos de movimento Lula (até eu oPTei) Sindicatos, anos 70, greves, Diretas Já e muito movimento por nada, porque agora Lula abraça o Maluf, o Ahmadinejad...


Adolescentes assassinos - Tanto movimento para apreender e pra que essa perda de tempo e dinheiro? Não dá em nada. Vai ver onde eles estão no dia seguinte.


Assassinos ou outros criminosos (homens) ricos - Mídia encima, alarde balbúrdia, movimento e.. nada, porque aí vem o Thomaz Souto Bastos e o Dr Roger deve estar feliz nos Alpes. 


Constituição Brasileira - "Imexível", Carta Magna, Democracia  e tantos movimentos desde Ulisses Guimarães, etc e nada porque eles, na calada querem uma Emenda Constitucional que libera geral o salário acima do Ministro do Supremo.


TUDO PARECE INÚTIL! 
ACREDITA - SE EM MUDANÇAS E NADA. SÓ ACONTECE MOVIMENTOS.


E TEM MAIS MOVIMENTOS INÚTEIS,  É QUE EU ESTOU CANSADA, SE QUISER ME ENVIE MAIS EXEMPLOS DESSES MOVIMENTOS RECHEADOS DE VAZIO.




segunda-feira, 18 de junho de 2012

CASTRAR É PRECISO

Se bem que eu acho que muitos homens deveriam ser castrados, prefiro tratar aqui da castração de gatos e cachorros. 
PRIMEIRO - Quando vai acabar essa ignorância por parte das pessoas que castrar animal tira a alegria! É de uma burrice isso, que nem dá pra discutir. O animal não vive pelo sexo. É apenas o instinto de reprodução que os fazem manter relação sexual. 
É apenas uma questão de bom senso.
Tem idiotas cruéis que não castram, deixam nascer e os abandonam para que gente boba igual a mim cuide deles. 
Que atraso!!!
Quem não quer castrar que cuide dos filhotes! 
Porque abandonar? 
Tem pessoas que não aguentam cuidar de um, mas não castra porque é "machão"
Quer saber?? Vai pra PORRA! 
To com raiva hoje! Não suporto ignorância nem maus tratos à animais.
NÃO AGUENTO MAIS TANTO ANIMAL SOFRENDO!
É um "enxuga gelo" sem fim por parte dos protetores. 
Mas, como disse - me o Luiz Scalea: É verdade, enxugamos gelo, pro povo não morrer afogado com tanto cachorro abandonado.  

SEGUNDO: 
Estou me sentindo uma completa idiota e com muita raiva!
Explico - Votei no Aurélio Miguel por causa de sua pretensa intenção em ajudar animais. 
Assim que ele foi eleito, enviei uma carta parabenizando e pedindo compromisso com os animais conforme proposta feita.Não recebi uma unica linha, mas tudo bem, não precisava retornar,  mas achei que ele ia cumprir o prometido em campanha.

Sou ou não sou uma idiota! 

Quer saber: Ele devia ter montado uma academia, mas parece que seu instinto falou mais alto.

A propósito vou divulgar uma das poucas coisas boas que se faz pelos animais na cidade de São Paulo. 
É a castração gratuita, que ta longe de ser ideal, mas ajuda quem tem muito cachorro ou gato, ou não quer pagar cifras absurdas por uma castração. Adianto que a castração é feita em clinicas particulares. Pode - se castrar qualquer animal com ou sem raça. Já castrei alguns animais através da CCZ e deu tudo certo. Vale a pena usar esse serviço pelo qual pagamos.

 ACESSE ESSE LINK