quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Minha Nova Vida

EU RENASCI!
 Não, nada de pieguice sobre passado triste ou conversão religiosa, nada disso.
Eu voltei a ser eu mesma.
Depois de tanto tempo só trabalhando, pensando em "o que os outros vão pensar de mim" mandei tudo a merda e voltei ao tempo de adolescente, de quando falava muito e ria ainda mais. Ao tempo da adolescente que decidiu, contra a vontade do severo pai, ser atriz de pornochanchada.
Hoje, não aceito cobranças, nem críticas, se tiver de me dar mal, o problema é só meu. Quando quero conselho, peço, quando não quero, não escuto.
Amo mais hoje do que amava antes, mas é um amor estranho, um amor de soltar, liberar, admirar.
Tenho amigos, uns maravilhosos, outros insuportáveis, mas, os amo. Quem não amo, procuro amar e se não der, tchau. Quem não quero, mando embora, com educação, mas mando.
Falou mal de mim, suma! Falou mal de outras pessoas, não me peça segredo, eu não guardo segredo ruim, principalmente fofoca, tiro a limpo ou, no maioria das vezes, simplesmente não acredito.
Todo mundo tem defeito, mas falar mal dos outros é preconceito e crueldade que não me contamina. Minha sintonia é outra, estou aqui por pouco tempo, mesmo se for embora com 90 anos, continuará sendo pouco tempo, prefiro rir e amar neste percurso.