sábado, 28 de setembro de 2013

Por que Não solto minha voz?

Tenho coisas atravessadas na garganta!

Queria mandar um monte de gente a m...., mas...
Não consigo. 
Não, não é por medo, nem porque engulo coisas. Quem me conhece sabe que não temo nada e nem engulo nada.
Então por que não solto  minha voz?
Porque não quero me igualar aos mesquinhos que atravessaram minha vida, meus sonhos, meus sentimentos.
Não quero ser cruel como eles foram.

Verdade é que todo mundo sofre crueldade e se não supera cai no abismo da mágoa improdutiva, da tristeza inútil, do ódio que amarga a boca e a alma e da vingança que tira o sossego de nossa felicidade e faz com que vivamos a infelicidade alheia.
Não, eu não sou assim. 
Não sou boazinha, mas não sou tola. Tenho tanta coisa boa ao meu redor. Tanta gente boa que amo e que me ama, tantos animais para cuidar.
E, 
não vou dar a oportunidade de outra pessoa determinar meus dias nublados ou ensolarados.
Eu faço a minha Bem aventurança. 
Eu faço o sol brilhar em meu caminho.

Todo mundo é perseguido, injuriado, sacaneado e agredido. Quem nunca foi? 
Tanta gente sofre ou sofreu mais do que eu.
Porém, eu tenho certeza de uma coisa
NUNCA sacaneei, persegui, injuriei nem agredi ninguém... Acho que é por isso que sou, simplesmente, feliz, desbocada, debochada e mando quem tem essas tristes metas na vida para o inferno dos invejosos. 

OLHA NA FOTO A MINHA  PREOCUPAÇÃO COM QUEM SE PREOCUPA EM FALAR MAL DE MINHA VIDA 






Foto by Gina Stocco 2013