segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Escrava sexual

LEIA COM BOM HUMOR, POR FAVOR!

Escolhi meu passado: simbolo sexual.
A sexualidade me escravizou, mesmo sendo, eu, uma mulher sem muitos arroubos sexuais.
Acostumei - me tanto a ficar nua, que controlo o ímpeto de deixar a roupa deslizar para o chão quando estou na mira de uma câmera.
Gostei de minha vida. Gostei e desfrutei.
Não lamento o que escolhi fazer, ou mesmo, aquilo que, nem sei se escolhi, mas que aconteceu no passado.
Minha imagem é sexo. Eu não sou. Sou uma mulher satisfeita, já tive transas memoráveis e outras, digamos, bem frustrantes.
Por que estou escrevendo sobre como foi e, ainda é, viver de uma imagem sensual?
Porque, às vezes, enche. Sabe aquela gota que falta, a veia que salta....
Estou quase resvalando para o clichê " hei, eu não sou apenas um corpitcho"! Outrora fenomenal, agora... dá pro gasto e para olhar no espelho. Se bem que, minha alta auto estima enxerga maravilhas em mim. Adoro meu corpo com algumas sobrinhas aqui e ali, um peito maior que o outro. Dois peitos grandes que me pesam na coluna, mas continuam lisos, brancos e com auréolas rosadas (Atentem, que já estou quase me exibindo, quase deixando "deslizar a roupa...")  - Resultado do vício de viver, meio sem querer querendo, de uma imagem sensual. -
Penso que:
- se eu soube viver tão bem a imagem de deusa sensual, por que não vivi a vida verdadeira de uma ótima atriz que sou? Simples. Não consegui me libertar da escravidão.
Virei escrava sexual de minha imagem sexualizada.
Na Record, não me aceitam, por causa de minha imagem. Idem no SBT. A Globo nem se lembra que existo para me excluir de suas novelas por causa da minha imagem sensual ou não.
Bem, na Globo, em geral, o autor e diretor decidem o elenco. Então, I am fucked. Totally fucked.
Não conheço nenhum diretor!!!!! Oh, my godness!!! I'm lost, YES, I'm lost.
Autor, conheço alguns da velha guarda.
A ex esposa de um grande autor, BRB, era amiga minha, uma mulher que eu admirava, mas, quando ela soube de uma conversa tosca, bem burrinha e simplória que tive, na frente de sua filha, que hoje é autora consagrada, ela ficou muito chateada comigo. Falou na frente do marido e de um poderoso diretor Global, que eu jamais seria bem vinda às novelas do marido. Dito e feito e aceito. Será que eu teria feito o mesmo que ela fez? Não, não teria, ou teria? Ou não? Ou teria? Sei lá.
O Aguinaldo Silva não me conhece e nem pode me amar, exatamente porque não me conhece, se conhecesse, iria me amar. mas ele nem quer me conhecer e, de quebra, ele detesta a pornochanchada e já disse, no twitter, que somos musas de punheteiros. Acha, caro leitor (a) que ele vai se dignar a olhar para esse tipo de musa? Só se ele tivesse batido uma pra mim, naquela época. Não bateu.
O Walcyr, que gosta de mim e admira meu trabalho na defesa animal, também não vai me chamar. Já, com a Glória Perez, eu falhei. Falhei mesmo. Ela tem toda razão em não me chamar de volta e eu tenho razão em sentir vergonha diante dela.
Com esses detalhes, nem tão sórdidos, e, assumindo minhas responsabilidades pelos meus atos, e falando mais do que devia, ( atriz inteligente se cala diante de globais que podem dar emprego) eu concluo que, jamais, voltarei às amadas novelas da Globo.
Se você, prezado leitor ou leitora, quiser me apoiar, não fale mal da Globo, por favor! Confesso, sem pudor, afinal, despudor é coisa de simbolo sexual, que eu a-do-ra-ri.a ganhar meu pão lá, no projac, porque o tamanho do pão de lá..ai ai... Dá até orgasmo só em pensar... Vou manter esperanças, manter o foco e continuar com minha vida de gostosona without Globo.
Você pode até argumentar e dizer: Nicole, não se humilhe diante da Globo!!! Eu me humilho diante da Globo, SIM! Faria mais, eu até daria o .... (Eita, escravidão sexual,!!!!)
Então, querer ir fazer novela na Globo, soa como uma escrava dos 1700 querendo ser Sinházinha. Não tem como!
Se bem que... pensando bem... Chica da Silva reinou em meado do século XVIII... Ainda me resta esperança;
Força e Foco, neo escrava sexual.

Amigos, tudo é uma brincadeira! Não me levem a mal.
For God's sake, my friends, don't screw (fuck) me more than I'm already screwed

Ops.
FALHA MINHA!!!
Eu estou no conglomerado Globo.
No CANAL BRASIL, toda QUARTA FEIRA, MEIA NOITE, apresentando um dos programas mais vistos do canal. O Pornolândia (olha o nome, vai veno si pódi)

Oh, Yeah, I'm not so fucked.