domingo, 4 de março de 2012

nicole puzzi: É a sua!

nicole puzzi: É a sua!: É a minha, mas poderia ser a sua. Olhar meigo por trás da firmeza. Mãos que possuíam poder medicamentoso extraordinário (não, não era a...

É a sua!

É a minha, mas poderia ser a sua.


Olhar meigo por trás da firmeza. 
Mãos que possuíam poder medicamentoso extraordinário (não, não era apenas o beijo que curava o machucadinho quando criança). Era aquela mão que pousava na sua, mesmo que todos os dedos de todas as mãos ameaçadoras estivessem em riste na sua cara.
A certeza de que na pior das hipóteses (a decepcionasse totalmente), ela iria "peitar" os outros para te defender.
Procuro um amor desse jeitinho. 
Procurei.
Procurei.
Quando olhei sua neta amargando na face uma dorzinha de amor, encontrei dentro de mim.
Também posso amar assim, desse jeitinho.
Fui amada dessa maneira e passo adiante.
Ela era a minha, mas você sabe que poderia ser a SUA.


Antes de saber quem eu era.                                                      
  

sábado, 3 de março de 2012

nicole puzzi: Bundas

nicole puzzi: Bundas: - Dói? - Não. - Mas, dá pra tomar injeção? - Agora só no braço. - Se der injeção aí, explode? - Não pode tomar injeção e pronto. A men...

Bundas

- Dói?
- Não.
- Mas, dá pra tomar injeção?
- Agora só no braço.
- Se der injeção aí, explode?
- Não pode tomar injeção e pronto.
A menina olhou a bunda da irmã mais velha, apertou e apertou.
- Pára, garota.
A menina olhou suas Barbies, pegou uma, arrancou a roupa dela e apertou a estiolada bundinha da boneca.
Pensou em si mesma no futuro.
Teve um ataque de pânico. Gritou e... - (como é bom quando se é criança e tem a mãe pra correr e acudir a gente em pânico). A mãe veio apressada.
- Que foi, menina?
- Eu não quero, eu não quero.
- O que você não quer, filha?
- Eu não quero, não quero.
A mãe abraçou a menina, que enroscou os braços em seu pescoço e chorou em seu ombro.
(Recordo o cheiro de minha mãe e sinto sua mão em minha face enxugando minhas lágrimas)
A menina adormeceu no colo da mãe. Teve pesadelos com a bunda da Barbie. Uma bunda gigante, descomunal e muitas, muitas mulheres ajoelhadas e rezando para tocar naquela Bunda.